|    18 mai 2018

Existe alguém mais russo do que eu?

A Rússia é o terceiro destino dos nossos sábados Fora de Série. No banquete sonoro do dia 26 de maio, ouviremos obras de Rachmaninov, Borodin, Tchaikovsky, Rimsky-Korsakov e Prokofiev.

2018-site-blog-Red_Square_in_Moscow_(1801)_by_Fedor_Alekseev

por Guilherme Nascimento *

 

A música de câmara de Rachmaninov foi praticamente toda composta no início de sua carreira: dois trios, uma sonata para violoncelo e piano, algumas peças para violino e piano e algumas dezenas de canções, além de dois quartetos de cordas incompletos. O Romance e Scherzo são os dois únicos movimentos que restaram do Quarteto de Cordas no 1, composto por volta de 1889, quando Rachmaninov tinha apenas dezesseis anos de idade e era ainda estudante do Conservatório de Moscou. O Romance é doce, enquanto o Scherzo é leve e brilhante. Ambos estavam esquecidos e foram descobertos somente após a morte do compositor.

 

Quando Borodin morreu, Rimsky-Korsakov e Aleksander Glazunov assumiram a hercúlea tarefa de organizar, completar, orquestrar e preparar para edição a herança musical do compositor. Além da ópera Príncipe Igor, restavam três sinfonias e um sem-número de obras inacabadas. Com o intuito de tornar a música do amigo mais conhecida no Ocidente, Rimsky-Korsakov orquestrou, para violino e orquestra, o terceiro movimento (Noturno) do Quarteto de Cordas no 2 de Borodin, composto em 1881 e dedicado à sua esposa, Ekaterina Protopopova. A ideia provou ser boa. Com suas melodias arrebatadoras, o Noturno tem conquistado o público há mais de um século.

 

Em 1871, prestes a completar trinta e um anos, Tchaikovsky ficou lisonjeado com o convite de Anton Rubinstein para preparar um programa de concerto com novas obras suas. Mas, como o orçamento não comportaria uma orquestra completa, Tchaikovsky preferiu voltar-se para o quarteto de cordas. Nascia, assim, seu Quarteto de Cordas no 1, cujo segundo movimento (Andante cantabile), de tão belo, levaria Leon Tolstoi às lágrimas. Em 1888, já famoso mundo afora, quando da ocasião de um concerto privado em Paris, Tchaikovsky arranjou o Andante cantabile para violoncelo e orquestra de cordas, conservando a essência da versão original.

 

Foi nesse mesmo concerto privado, em Paris, em 28 de fevereiro de 1888, que Tchaikovsky estreou o Pezzo capriccioso, sua segunda obra composta originalmente para violoncelo e orquestra (a primeira foi Variações sobre um tema Rococó, de 1877) e sua última composição completa para solista e orquestra (ele deixaria inacabados um Concerto para piano no 3 e um Andante para piano e orquestra, ambos da década de1890). O Pezzo capriccioso foi composto no mês de agosto de 1887, tanto na versão para violoncelo e piano como para violoncelo e orquestra. A peça consiste de duas seções, uma melancólica, a outra, enérgica. Logo após a exposição, ambas são reapresentadas de maneira reduzida.

 

O galo de ouro foi a última ópera de Rimsky-Korsakov. Composta em 1907, contendo três atos, um prólogo e um epílogo, foi baseada no conto de fadas O conto do galo de ouro, de Alexander Pushkin. Pelas fortes conotações políticas, a censura da época sugeriu enormes cortes na história. Rimsky-Korsakov recusou-se a modificar uma vírgula sequer de sua ópera. Acabaria falecendo no ano seguinte sem vê-la no palco. Sua estreia, com cortes, só viria a acontecer em 1909. Após a sua morte, Aleksander Glazunov e Maksimilian Steinberg compilaram quatro dos melhores episódios orquestrais da ópera e os organizaram na forma de uma suíte de concerto.

 

No início do ano de 1918, logo após a Revolução Russa, Prokofiev abandonou seu país natal e rumou para a Califórnia. Sua primeira encomenda nos Estados Unidos foi a composição de uma ópera para a Chicago Opera Association. Nascia assim, em 1919, a ópera O amor das três laranjas, baseada na peça homônima de Carlo Gozzi, com libreto em francês do próprio compositor, escrito com a assistência da soprano brasileira Vera Janacópulos. A estreia da ópera se deu em 1921, em Chicago, sob a regência do compositor. A Marcha e o Scherzo são, respectivamente, o terceiro e quarto movimentos da suíte em seis movimentos que Prokofiev compilou, em 1924, com trechos da ópera.

 

* Guilherme Nascimento é compositor, Doutor em Música pela Unicamp, professor na Escola de Música da UEMG, autor dos livros Os sapatos floridos não voam e Música menor.

 

[Ilustra esta página um recorte da pintura Praça Vermelha em Moscou, de Fyodor Alekseyev – 1801.]

 

REFERÊNCIAS

 

Para ler

Richard Taruskin – On Russian music (University of California Press – 2010)

Sergei Bertensson; Jay Leyda – Sergei Rachmaninoff: a lifetime in music (Indiana University Press – 2009)

Anthony Holden – Piotr Ilitch Tchaikovsky: uma biografia (Record – 1999)

David Gutman – Prokofiev – The illustrated lives of the great composers (Omnibus Press – 1992)

Nikolai Rimsky-Korsakov – Ma vie musicale (Pierre Lafitte – 1914)

 

Para ouvir

CD Tchaikovsky; Rachmaninov; Shostakovich | Orava Quartet (Decca Australia – 2018)

CD Borodin | Philharmonia Orchestra – Geoffrey Simon, regente (Cala Records – 1993)

CD Prokofiev; Tchaikovsky | Pittsburgh Symphony Orchestra – Lorin Maazel, regente – Yo-Yo Ma, violoncelo (Sonny Classical – 1992)

CD Prokofiev – Violin concertos 1 & 2 ; Love of three oranges suite | Orchestre Symphonique de Montréal – Charles Dutoit, regente – Joshua Bell, violino (Decca – 1993)

CD Rimsky-Korsakov Suites | Scottish National Orchestra – Neeme Järvi, regente (Chandos Digital – 1992 – 3 CDs)

CD A romantic portrait – Dvorák; Schumann; Tchaikovsky | USSR State Symphony Orchestra – Gennadi Rozhdestvenski, regente – Mstislav Rostropovich, violoncelo (Praga Digitals – 2015)

 

Para assistir

RACHMANINOV
Lipkind Quartet – Romance
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=a22j_ksDqmY&index=0&list=PL386E8C350AF20CB9

Lipkind Quartet – Scherzo
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=Sjcw_F6u7yU&list=PL386E8C350AF20CB9&index=1

 

BORODIN/Rimsky-Korsakov
Mission Chamber Orchestra – James Brooks-Bruzzese, regente
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=6-HGmmgpaBY

 

TCHAIKOVSKY/Andante
Pittsburgh Symphony Orchestra – Andrew Davis, regente – Yo-Yo Ma, violoncelo
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=_qH13hpBgDI

Orquesta de Cámara del Conservatorio Superior de Música de Aragón “Camerata Aragón” – Rolando Prusak, spalla – David Apellániz, violoncelo
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=OllVKd9LCjE

 

TCHAIKOVSKY/Pezzo capriccioso
Orpheus Sinfonia – Achim Holub, regente – Aleksei Kiseliov, violoncelo
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=hSlcvMIDneg

Cairo Symphony Orchestra – Ahmed Farag, regente
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=unAnjEUqBu0

 

PROKOFIEV
Moscow City Symphony – Michail Jurowski, regente
Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=7Q0toEhKRWk

Posts relacionados