História do Soldado & Amigos

Rossini Parucci, regente
Rodrigo M. Braga, violino
André Geiger, contrabaixo
Marcus Julius Lander, clarinete
Catherine Carignan, fagote
Érico Fonseca, trompete
Diego Ribeiro, trombone
Rafael Alberto, percussão
Arildo de Barros, narrador

|    Especial

STRAVINSKY
História do Soldado

Rossini Parucci, regente

Natural de Londrina, Rossini Parucci iniciou seus estudos em composição e regência com o maestro Othonio Benvenuto e em técnica vocal com Semiramis Lück. No contrabaixo, foi orientado por Francisco das Chagas, Sérgio de Oliveira, Waldir Bertipaglia e Catalin Rotaru. Estudou regência orquestral com Wayne Bailey e Neil Thomson. Como regente, já esteve à frente do Madrigal de Londrina, Coral Viva Voz, All Saints Chamber Choir e Orquestra de Câmara Solistas de Londrina. Graduado em Música pela Arizona State University, Estados Unidos, atualmente integra o naipe de Contrabaixos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Rodrigo foi violinista da Orquestra do Theatro Municipal de São Paulo e spalla frente a grupos como Camerata Fukuda, Camerata Zajdenbaum, Promété, Ostinato e Académie Nice Festival Orchestra. No início da carreira, recebeu o segundo lugar no Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosísio (2005) e venceu o Prêmio Eleazar de Carvalho e o programa Prelúdio da TV Cultura, ambos em 2006. Diplomou-se pelo Conservatório de Paris na classe de Suzanne Gessner e pela École Normale de Musique de Paris na classe de Devy Erlih, e na classe de música de câmara formou-se com nota máxima. Frequentou aulas com o Quarteto Ysaÿe e participou de masterclasses com Patrice Fontanarosa, Stephan Picard, Roland Daugareil, Luc Héry e Maxim Vengerov. É um entusiasta do universo camerístico, apresentando-se em pequenas formações tanto no violino, quanto na viola, instrumento pelo qual também é apaixonado. É membro da Filarmônica desde 2013.

Arildo Barros é ator do Grupo Galpão, onde começou como assistente de Gabriel Villela em Romeu e Julieta e no elenco de A rua da amargura. Antes disso, atuou em peças marcantes sob direção de Ítalo Mudado, Amir Haddad, Paulo César Bicalho, Carlos Alberto Ratton, Jota D’Ângelo e Eid Ribeiro. Arildo lecionou na PUC Minas, levando à cena textos nacionais e estrangeiros. Também atuou no cinema e na TV e foi premiado como Melhor Ator por Fala baixo senão eu grito, O encontro marcado, Um homem é um homem e O inspetor geral.

Bacharel em Clarinete pela Unesp, na classe de Sérgio Burgani, foi aluno de Luis Afonso “Montanha” na USP e de Jonathan Cohler no Conservatório de Boston. Foi spalla na Banda Sinfônica Jovem de São Paulo e chefe de naipe nas orquestras Jovem de Guarulhos, do Instituto Baccarelli e Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. Integrou a Orquestra Acadêmica da Cidade de São Paulo e o Quarteto Paulista de Clarinetas. Na China, foi artista residente no 8º Festival Internacional de Clarinete e Saxofone de Nan Ning e no Festival Internacional de Clarinetes de Pequim, e professor palestrante nos conservatórios de Shenyang e Tai-Yuan. Artista Gao Royal e D’addario Woodwinds, juntou-se à Filarmônica em 2009 e hoje é seu Clarinete Principal.

Natural do Canadá, Catherine iniciou seus estudos de fagote aos 12 anos. No Conservatório de Música do Québec, sua cidade natal, foi aluna de Michel Bettez e concluiu o Bacharelado em 2007, sob orientação de Mathieu Harel, da Sinfônica de Montreal. Estudou também com a solista Nadina Mackie Jackson na Glenn Gould School of the Royal Academy of Music, em Toronto, e participou de várias masterclasses na América do Norte, na Alemanha e no Brasil. Foi segunda fagotista da Victoria Symphony Orchestra durante um ano, e, pouco depois, tornou-se Fagote Principal na Filarmônica, em 2008, onde também integra o Quinteto de Sopros. É cofundadora do Grupo Harmona.

Natural de Nova Friburgo, graduou-se em Trompete e Pedagogia Musical no Conservatoire de Fribourg, Suíça, e é Mestre em Práticas Interpretativas pela Haute-école de Musique de Suisse Romande. Aluno de Jean-François Michel, fez masterclasses com André, Hardenberger, Agnas, Herseth, Masseurs, Stockhausen e Friedrich. Foi primeiro trompete da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, participou das sinfônicas de Biel e de Berna e foi solista das orquestras de Câmara de Praga e Sinfônica de Argaau. Segundo lugar no Jeunesses Musicales na Chaux-de-Fonds, vencedor no Yamaha Foundation for Europe e finalista no Yamaha Trumpet Contest. Foi professor no Conservatoire de Fribourg e academista da Sinfônica da Ópera de Zurich.

Diego nasceu no Rio de Janeiro, onde começou a estudar música aos nove anos de idade na igreja que frequentava. Deu sequência à sua formação no curso técnico da Faetec de Quintino, também no Rio e, desde então, já atuou como Primeiro Trombone na Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, sob regência do maestro Marcos Arakaki, e na Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Em 2013, ingressou na Academia de Música da Osesp, sob orientação de Wagner Polistchuk, seu tutor até hoje. Antes de se juntar à Filarmônica em 2015, Diego integrou a Orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Frequentou importantes festivais, como o Projeto Bone Brasil e o Festival de Campos de Jordão, e participou de masterclasses com Jörgen van Rijen, Brandt Attema, Zachary Bond, entre outros.

Rafael é Percussionista Principal da Filarmônica de Minas Gerais e, juntamente com Leonardo Gorosito, é membro-fundador do Desvio, grupo dedicado a compor e interpretar novas peças para percussão. Possuem três espetáculos autorais lançados: C’Alma, Miniaturas e Cancioneiro, sendo este último lançado em CD e DVD. Suas peças tem sido executadas por músicos de outros países como Inglaterra, França, Bélgica, Japão, Singapura, Dinamarca e, principalmente, Estados Unidos. Rafael iniciou seus estudos formais em música no Conservatório de Tatuí, sob orientação de Javier Calvino e Luis Marcos Caldana. Seguiu na Universidade Estadual Paulista (Unesp), graduando-se sob orientação de John Boudler, Carlos Stasi e Eduardo Gianesella. Em 2011, concluiu seu Mestrado em Música pela Stony Brook University, em Nova York, como aluno de Eduardo Leandro. Integrou a Orquestra Sinfônica de Stony Brook e o Contemporary Chamber Players. Foi integrante da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e atuou como músico convidado da Amazonas Filarmônica. Em 2012, executou o Concerto para vibrafone, de Ney Rosauro, junto à Filarmônica de Minas Gerais.

Arildo Barros é ator do Grupo Galpão, onde começou como assistente de Gabriel Villela em Romeu e Julieta e no elenco de A rua da amargura. Antes disso, atuou em peças marcantes sob direção de Ítalo Mudado, Amir Haddad, Paulo César Bicalho, Carlos Alberto Ratton, Jota D’Ângelo e Eid Ribeiro. Arildo lecionou na PUC Minas, levando à cena textos nacionais e estrangeiros. Também atuou no cinema e na TV e foi premiado como Melhor Ator por Fala baixo senão eu grito, O encontro marcado, Um homem é um homem e O inspetor geral.

Programa de Concerto

História do Soldado | STRAVINSKY

A História do Soldado, que marca uma mudança no estilo musical de Stravinsky, fala de guerras e perdas, de ambição e desejo, de perplexidade e arrependimento. Criada em um momento difícil da História, a obra se adequava às possibilidades da época: curta, com orquestra e elenco reduzidos, pronta para viajar pela Suíça neutra que abrigara Stravinsky, país onde o compositor encontrou Charles-Ferdinand Ramuz. Essa história também nos remete à ideia de construção coletiva – Stravinsky juntou-se aos amigos para conceberem, cada um com seu talento, a música, o texto, as imagens e a montagem da peça. No centenário de sua estreia, a História do Soldado chega ao palco da Filarmônica pelas mãos de artistas e técnicos que abraçam a Orquestra e seus Amigos, estimulando o crescimento do Programa Amigos da Filarmônica, criado para fomentar as ações educativas da Orquestra.

25 set 2018
terça-feira, 20h00

Sala Minas Gerais
concerto gratuito

Confirme presença enviando seu nome completo – e de seu(s) acompanhante(s) – para o endereço amigos@filarmonica.art.br. Lugares limitados.

Este concerto é especialmente dedicado aos Amigos da Filarmônica e a novos amigos também. Contribua você também para a nossa Programação Educacional.

|    mais informações sobre ingressos
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6