|    19 out 2018

A Filarmônica na promoção da cultura e desenvolvimento de Minas Gerais

Diomar Silveira, diretor presidente do ICF, foi à ACMinas compartilhar os programas e resultados alcançados pela Filarmônica e seus impactos socioeconômicos no estado.

2018-site-noticias-Jorge-Souza,-Lindolfo-Paoliello-e-Diomar-Silveira_-foto-de-FábioOtolan

Informar, trocar ideias e delas extrair formas de ações conjuntas para a promoção da cultura e do desenvolvimento. Essa foi a essência da palestra de Diomar Silveira – presidente do Instituto Cultural Filarmônica (ICF) – ministrada durante a última Reunião Plenária Semanal de Diretores, Associados e Convidados da ACMinas, no dia 16 de outubro. Acompanhado dos diretores Administrativo-financeiro, Estevão Fiúza, e de Marketing, Zilka Caribé, Diomar abordou os programas, projetos e resultados alcançados pela Filarmônica e seus efeitos no desenvolvimento socioeconômico do estado.

 

Para Jorge Souza, presidente do Conselho Empresarial de Cultura da ACMinas, falando em seu nome e da própria Associação Comercial e Empresarial de Minas, presidida por Lindolfo Paoliello, a equipe do ICF “entende e replica esse estilo contemporâneo de fazer as coisas e relacionar-se com as pessoas e entidades que formam a malha social da cidade”. As duas organizações, Associação e Instituto, renovaram seus laços como parceiros na aproximação da Orquestra à classe empresarial no tocante a futuros patrocínios e ações conjuntas.

 

[Na imagem, da esquerda para a direita, Jorge Souza, Lindolfo Paoliello e Diomar Silveira. Foto: Fábio Otolan.]