|    13 nov 2012

A repercussão da primeira Turnê Internacional

Orquestra encantou público e crítica e foi aplaudida por mais de 7.800 pessoas

2012-11-13-turne-internacional-repercussao

Sete dias e seis noites. Foi essa a duração da primeira Turnê Internacional da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Por onde passou, a Orquestra surpreendeu e encantou público e crítica e foi aplaudida por mais de 7.800 pessoas. Além das matérias publicadas nos mais diversos veículos de imprensa, muitas manifestações chegaram via email, além, é claro, pelas redes sociais da Filarmônica. Um desses emails veio de Marcelo Lopes, Diretor Executivo da Fundação Osesp, e nos emocionou muito:

 

Caro Maestro Mechetti,
Com alegria vejo a excelente repercussão aqui no Brasil da estreia histórica da Filarmônica de Minas Gerais em sua primeira turnê internacional. Conhecemos o Teatro Colón e o público argentino e sabemos muito bem a dificuldade de uma empreitada como essa. Ficamos felizes com o sucesso da OFMG e seu reconhecimento artístico. Mais ainda, essa conquista fortalece nossa posição no cenário musical internacional, demonstrando o desenvolvimento consistente da produção orquestral no Brasil. Por favor, estenda nossos parabéns a todos o músicos, equipes de produção e de gestão da orquestra. Nós da Osesp vibramos junto com vocês nesse importante momento.

Abraços, Marcelo Lopes.

 

O que falaram sobre a Orquestra

O jornal argentino La Nación assinalou o feito excepcional que foi a criação da Orquestra em nosso estado. O também argentino Clarín definiu nossa apresentação como “A todo brillo, en el Colón”. No Uruguai, coube ao semanário Búsqueda uma crítica rigorosa de nosso trabalho. A repercussão seguiu no jornal Ámbito Financiero, no blog Buenos Aires Herald e no El país digital.

 

A imprensa estadual também nos prestigiou nos jornais Estado de Minas, Hoje em Dia e O Tempo. Clique nos títulos e leia algumas das matérias publicadas: “Tudo afinadinho” (EM), “Filarmônica recebe aplausos portenhos” (Hoje em Dia) e “Filarmônica encanta Argentina” (O Tempo). Na imprensa nacional, a Revista Concerto e os jornais O Estado de S. Paulo e Folha de São Paulo são alguns dos exemplos da receptividade e acolhimento de nossa Orquestra em todo o país.