|    19 ago 2014

Villa-Lobos ganha álbum da Filarmônica

Orquestra Filarmônica lança segundo álbum em parceria com a gravadora Naxos

2014-08-19-album-naxos2

Heitor Villa-Lobos (1887-1959) soube como poucos entender a máxima modernista de que “para ser universal é preciso conhecer sua aldeia”. É esse o espírito que transborda em seu Choros nº 6, obra que ganhou a interpretação da Filarmônica de Minas Gerais, sob regência do maestro Fabio Mechetti, no recém-lançado Villa-Lobos: The Guitar Manuscripts 2.

 

O álbum, mais um fruto da parceria da Orquestra e do violonista italiano Andrea Bissoli com a gravadora Naxos, traz ao todo sete faixas do nosso maior compositor. Além de Choros nº 6, a Filarmônica também pode ser ouvida em Introdução aos Choros e na Canção do Amor, esta última ao lado de Bissoli e da soprano Gabriella Pace, que já havia trabalhado com a Filarmônica em 2008.

 

Canção do Amor é um desses excertos que superam em popularidade o seu todo, neste caso a Floresta do Amazonas. Uma das últimas partituras de Villa, Floresta foi originalmente concebida como trilha sonora para o filme Green Mansions da MGM, e depois editada pelo compositor em forma de suíte sinfônica. O som da orquestra na Canção abraça o diálogo intimista que acontece entre voz e violão.

 

“O Choros nº 6 é , na minha opinião, a obra de Villa-Lobos que combina melhor toda essa experiência popular com uma linguagem sinfônica sofisticada. Temos samba, baião, todos os tipos de músicas baseadas no folclore brasileiro, assim como algo que pode ser ouvido como o prenúncio de uma bossa nova”, contou o maestro na época da gravação desta obra, em maio de 2013, em Belo Horizonte. [Assista aqui.]

 

The Guitar Manuscripts 2 apresenta ainda o Sexteto místico, com interpretação do Ensemble Musagete, e as obras para violão soloChoros nº 1Dime perché e Valsa Concerto nº 2.

Onde encontrar

Naxos
iTunes
Amazon