Biografias: Vivaldi

Marcos Arakaki, regente convidado
Renata Xavier, flauta
Solista a ser anunciado

|    Concertos para a Juventude

VIVALDI
VIVALDI
VIVALDI
VIVALDI
Sinfonias nos. 1 e 2, RV 719 e 146
Concerto para orquestra em sol menor, RV 152
Concerto para flauta nº 3 em Ré maior, op. 10, RV 428
As quatro estações, op. 8: Concerto para violino nº 4 em fá menor, RV 297, "Inverno"

Marcos Arakaki, regente convidado

Maestro, professor e palestrante, Marcos Arakaki é o novo Regente Titular da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal da Paraíba, baseada em João Pessoa. Natural de São Paulo, é Bacharel em Violino pela Universidade Estadual Paulista e Mestre em Regência Orquestral pela Universidade de Massachusetts. Foi o vencedor do I Concurso Nacional Eleazar de Carvalho para Jovens Regentes (2001) e do I Prêmio Camargo Guarnieri (2009). Arakaki tem regido regularmente as principais orquestras sinfônicas brasileiras, além de orquestras nos Estados Unidos, México, Argentina, República Tcheca e Ucrânia. Colaborou com importantes artistas, como Pinchas Zukerman, Victor Julien-Laferrière, Gabriela Montero, Sergio Tiempo, Anna Vinnitskaya, Sofya Gulyak, Vladimir Feltsman, Ricardo Castro e Yamandu Costa. Como Regente Assistente da Orquestra Sinfônica Brasileira (2007/2010) e Regente Associado da Filarmônica de Minas Gerais (2011-2019), contribuiu de forma decisiva para a formação de novas plateias e difusão da música de concertos, por meio de apresentações didáticas, concertos para juventude e turnês a mais de cem cidades brasileiras. Gravou a trilha sonora do filme Nosso Lar, composta por Philip Glass, com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Autor do livro A História da Música Clássica Através da Linha do Tempo, lançado em 2019, Arakaki tem realizado concertos comentados, palestras e exposições baseadas nesta publicação em diversas cidades brasileiras.

Integrante da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais desde sua criação, Renata começou a estudar música aos sete anos no Conservatório Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira, em Pouso Alegre (MG), cidade onde nasceu. Concluiu seu bacharelado em 2002 na Universidade Estadual Paulista, sob orientação de Jean Noel Saghaard, tendo também sido aluna de Rogério Wolf. Renata participou dos principais festivais de música do país, dentre eles o de Campos do Jordão, a Oficina de Música de Curitiba e o Música nas Montanhas, em Poços de Caldas. Como convidada, apresentou-se junto às sinfônicas de São José dos Campos, de Rio Claro e de Santos. A flautista também integrou outros grupos brasileiros, como as bandas sinfônicas Jovem do Estado de São Paulo e de Cubatão e as orquestras Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, a Jovem de Guarulhos, a Sinfônica Heliópolis e a Sinfônica da USP.

Programa de Concerto

16 ago 2020
domingo, 11h00

Concerto suspenso
concerto gratuito

Retirada antecipada*: a partir do dia 11 de agosto, às 12h, apenas na bilheteria da Sala Minas Gerais.
Retirada no dia da apresentação*: 200 ingressos serão distribuídos na manhã do concerto, a partir das 9h, na bilheteria da Sala Minas Gerais.
* Limitada a 4 ingressos por pessoa.

|    mais informações sobre ingressos
Quero ser lembrado deste concerto.
adicione à agenda 16/08/2020 11:00 AM America/Sao_Paulo Biografias: Vivaldi false DD/MM/YYYY
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5