Especial de Natal

Marcos Arakaki, regente
Luiza Possi, participação especial
Concentus Musicum de Belo Horizonte, coro
Iara Fricke Matte, regente do coro

|    Especial de Natal

|    Especial de Natal

TCHAIKOVSKY
ANDERSON
ADAM
HAENDEL
CAVALCANTI/Tibiriçá
BERLIN/Tibiriçá
Arranjo TIBIRIÇÁ
O Quebra-nozes, op. 71: seleções
Festival de Natal
Oh, Noite Santa
O Messias, HWV 56: chorus
Noite Azul
Natal Branco
Seleção de Natal

Marcos Arakaki, regente

Marcos Arakaki é Regente Associado da Filarmônica de Minas Gerais. Tem conduzido importantes orquestras no Brasil e também nos Estados Unidos, México, Argentina, República Tcheca e Ucrânia. Colaborou com artistas de renome, como Pinchas Zukerman, Gabriela Montero, Sergio Tiempo, Anna Vinnitskaya, Sofya Gulyak, entre outros. Vencedor do I Concurso Nacional Eleazar de Carvalho para Jovens Regentes (2001) e do I Prêmio Camargo Guarnieri (2009), foi Regente Titular da Sinfônica da Paraíba e da Sinfônica Brasileira Jovem, com grande reconhecimento da crítica especializada e do público. Gravou a trilha sonora do filme Nosso Lar, composta por Philip Glass, com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Natural de São Paulo, é Bacharel em Violino pela Unesp e Mestre em Regência Orquestral pela Universidade de Massachusetts. Nos últimos anos, Arakaki tem contribuído de forma decisiva para a formação de novas plateias, por meio de apresentações didáticas, bem como para a difusão da música de concertos através de turnês a mais de 70 cidades brasileiras.

Destaque entre os cantores de sua geração, Luiza Possi traz o talento em seu DNA. Filha de uma das maiores cantoras da MPB, Zizi Possi, é uma artista versátil. Dona de uma voz apurada, passeia por ritmos que vão do pop ao jazz. Hoje com seis álbuns lançados, estreou em 2002 com Eu Sou Assim. Dois anos depois, em 2004, lançou o disco Pro Mundo Leva. Com o tempo, além do público jovem, Luiza conquistou também a crítica musical. O CD Escuta, de 2006, foi elogiado por especialistas, e a faixa título foi a mais tocada nas rádios de MPB daquele ano. A turnê do álbum gerou seu primeiro CD/DVD ao vivo, lançado em 2007, trabalho que lhe rendeu suas primeiras indicações ao Grammy Latino, nas categorias Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro e Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Conquistou os prêmios Multishow 2003 como Cantora Revelação e Tim de Música 2006 como Melhor Cantora – Voto Popular. Luiza lançou ainda os álbuns Bons Ventos Sempre Chegam, Sobre o Amor e o Tempo e LP. Nos palcos, realizou o espetáculo Who's Bad?, uma homenagem a Michael Jackson. No teatro, estreou como atriz no musical Divas, em 2016.

O Concentus Musicum de Belo Horizonte estreou em 2016 junto à Orquestra Filarmônica de Minas Gerais na apresentação do Requiem de Mozart, dando início a uma frutífera parceria. Idealizado pela regente Iara Fricke Matte, é um grupo vocal e/ou instrumental misto formado por profissionais altamente qualificados unidos pelo objetivo de contribuir para a difusão da música erudita em uma perspectiva historicamente embasada. Dedica-se à interpretação de obras dos períodos Barroco, Clássico e do Renascimento, bem como de um seleto repertório contemporâneo. O foco do seu trabalho de interpretação está na compreensão do discurso musical e sua relação com o texto poético, a sonoridade, a articulação e rítmica das palavras e também com o contexto histórico das obras. Alguns de seus projetos incluem o Concerto Família Bach e o Concerto Lux Aeterna, este último com obras de compositores modernos e contemporâneos para coro e órgão de tubos.

Regente coral e orquestral, Iara Fricke Matte dedica-se ao estudo e apresentação de obras dos períodos Barroco, Renascimento e Contemporâneo, com ênfase na performance historicamente embasada e na sua afinidade com a música de J. S. Bach. Professora de Regência na Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), é pós-doutora em Regência pela University of Southern California; doutora e mestre em Regência Coral pelas universidades de Indiana e de Minnesota, Estados Unidos, com especialização em Música Antiga e História da Música. Como regente titular e diretora artística do Ars Nova – Coral da UFMG, realizou concertos no Brasil e no exterior. Dirige a Série Fermata, da UFMG. Em 2016, idealizou o Concentus Musicum de Belo Horizonte. Em 2019, assumiu a regência e direção artística da Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFMG e idealizou o Núcleo Estável do Concentus Musicum de Belo Horizonte, grupo vocal com 12 cantores selecionados.

Programa de Concerto

O Quebra-nozes, op. 71: seleções | TCHAIKOVSKY

Era uma vez, em uma pequena cidade alemã, no final do século XVIII, um fabricante de relógios e brinquedos mágicos, o Sr. Drosselmeyer. Já idoso, ele morava com seu sobrinho, um jovem de 15 anos que lhe era muito dedicado. Quando trabalhava no palácio real, Drosselmeyer criou uma armadilha que matou a maioria dos ratos do povoado. Para se vingar, a poderosa Rainha dos Ratos transformou seu sobrinho em um quebra-nozes, com o formato de boneco de madeira. Para desfazer o feitiço o rapaz teria que matar o Rei dos Ratos e conseguir o amor de uma jovem. E assim começa a história de O quebra-nozes, balé de Tchaikovsky apresentado neste concerto em sua versão sinfônica completa. Música rica e maravilhosa que há mais de um século desperta emoções nos amantes da música e embriaga os que a conhecem pela primeira vez, O quebra-nozes faz parte das obras da plena maturidade do compositor. Prestando homenagem à Infância e à Fantasia, representa um momento de serenidade, antes do subjetivismo sombrio da derradeira Sinfonia Patética.
Iremos apresentar os seguintes movimentos: Abertura, Dança da fada açucarada, Dança Russa e Valsa das Flores.

18 dez 2019
quarta-feira, 20h30

Sala Minas Gerais
de R$ 70,00 a R$ 140,00
compre seu ingresso

Mesmo valor para todos os setores da plateia. Estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda entre 15 e 29 anos e pessoas com deficiência (e acompanhante) têm direito a meia-entrada (R$70).

|    mais informações sobre ingressos

19 dez 2019
quinta-feira, 20h30

Sala Minas Gerais
de R$ 70,00 a R$ 140,00
compre seu ingresso

Mesmo valor para todos os setores da plateia. Estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda entre 15 e 29 anos e pessoas com deficiência (e acompanhante) têm direito a meia-entrada (R$70).

|    mais informações sobre ingressos
Quero ser lembrado deste concerto.
adicione à agenda 18/12/2019 8:30 PM America/Sao_Paulo Especial de Natal false DD/MM/YYYY