Lô Borges, DoContra e Filarmônica

José Soares, regente
Lô Borges
DoContra
Neto Bellotto, direção musical, arranjos e orquestração

|    Especial

|    Especial

Lô Borges e Márcio Borges
Lô Borges e Márcio Borges
Lô Borges e Ronaldo Bastos
Lô Borges e Márcio Borges
Lô Borges e Patrícia Maês
Lô, Milton e Márcio
Lô, Milton e Márcio
Lô Borges e Ronaldo Bastos
Lô, M. Borges e F. Brant
Lô Borges e Makely ka
Lô, B. Guedes e F. Brant
Lô Borges e Fernando Brant
Lô Borges e Ronaldo Bastos
Lô Borges e Márcio Borges
Lô Borges e Márcio Borges
Um girassol da cor de seu cabelo
O caçador
O trem azul
Faça seu jogo
Veleiro
Clube da esquina
Clube da esquina n. 2
Sonho real
Para Lennon e MCCartney
Dínamo
Feira Moderna
Paisagem da janela
Canção postal
Onde a gente está
Quem sabe isso quer dizer amor

José Soares, regente

Natural de São Paulo, José Soares é Regente Associado da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, tendo sido seu Regente Assistente desde as duas temporadas anteriores. Venceu o 19º Concurso Internacional de Regência de Tóquio (Tokyo International Music Competition for Conducting 2021), recebendo também o prêmio do público. Iniciou-se na música com sua mãe, Ana Yara Campos. Estudou com o maestro Claudio Cruz e teve aulas com Paavo Järvi, Neëme Järvi, Kristjan Järvi e Leonid Grin. Foi orientado por Marin Alsop, Arvo Volmer, Giancarlo Guerrero e Alexander Libreich no Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. Pelo Prêmio de Regência recebido no festival, atuou como regente assistente da Osesp na temporada 2018. José Soares foi aluno do Laboratório de Regência da Filarmônica e convidado pelo maestro Fabio Mechetti a reger um dos Concertos para a Juventude da temporada 2019. Atualmente, cursa o bacharelado em Composição pela Universidade de São Paulo.

Natural de Belo Horizonte, Lô Borges é membro do movimento Clube da Esquina e compositor de vários hits gravados por Tom Jobim, Milton Nascimento, Elis Regina, Nana Caymmi e outros artistas importantes. Aos dezenove anos, foi convidado por Milton para gravar Clube da Esquina, dividindo as composições do álbum inteiro. No mesmo ano, lançou seu primeiro disco solo, Lô Borges, que ficou mais conhecido como o “Disco do Tênis”. A partir daí, publicou outros dezesseis álbuns, além de três DVDs. Fora do Brasil, Lô Borges teve seu trabalho reconhecido na Europa, nos Estados Unidos e no Japão, lugares onde já se apresentou várias vezes. Sua obra possui intérpretes daqueles países, está incluída em coletâneas e alguns álbuns estão em catálogos com tradução das letras. Nos anos recentes, Lô tem realizado parcerias com Samuel Rosa, Tom Zé, Nando Reis, Arnaldo Antunes, Makely Ka e Patricia Maês, transitando por gerações e estéticas diferentes.

O DoContra é uma das mais gratas surpresas da nova geração da música instrumental brasileira. Formado pelo contrabaixista Neto Bellotto, o violista Gilberto Paganini e o produtor executivo Rodrigo Brasil, tem como proposta a promoção e difusão da música erudita, transitando pelo universo popular e outras linguagens artísticas. Em 2016, foi vencedor do MIMO instrumental, apresentando-se no Rio de Janeiro. No ano de 2020, lançou seu primeiro álbum em parceria com o artista Flávio Venturini e Orquestra de contrabaixos. Atualmente, o DoContra lançou seu mais novo espetáculo intitulado Concerto Mineiro à luz de velas, com um sexteto de cordas, violão e voz, em um lindo cenário de 300 velas, contemplando os clássicos populares da música mineira com uma roupagem nunca vista antes.

Um dos principais nomes da nova geração de contrabaixistas brasileiros, Neto Bellotto é instrumentista da Filarmônica desde 2010 e, desde 2016, seu Principal Contrabaixo. Como solista, apresentou-se com a própria Filarmônica e com outras orquestras brasileiras. É fundador, diretor artístico, arranjador e membro do quinteto DoContra, que cria releituras no contrabaixo para obras do repertório clássico e popular brasileiro, como Villa-Lobos, Tom Jobim e Edu Lobo. Em 2019, o grupo lançou seu primeiro álbum, Paraíso, dedicado ao cantor e compositor Flávio Venturini. Ainda nessa ponte com a música popular, Neto se apresentou com grandes nomes da MPB, como Milton Nascimento, Ivan Lins, Alceu Valença e Leila Pinheiro. Como arranjador, é parceiro do grupo Skank. Em seus estudos, foi orientado por Pedro Gadelha, Ana Valéria Poles, Sérgio de Oliveira e Fábio Calvazara Júnior. Foi aluno da Academia de Música da Osesp e Primeiro Contrabaixo das sinfônicas de Heliópolis e de Bragança Paulista e da Orquestra Jovem de Atibaia.

Programa de Concerto

21 dez 2022
quarta-feira, 20h30

Sala Minas Gerais

22 dez 2022
quinta-feira, 20h30

Sala Minas Gerais
Quero ser lembrado deste concerto.
adicione à agenda 21/12/2022 8:30 PM America/Sao_Paulo Lô Borges, DoContra e Filarmônica false DD/MM/YYYY