<

Academia Filarmônica

Patrocínio máster

Um sonho que se tornou realidade. A formação específica de instrumentistas para a atuação profissional em orquestras era um desejo que acompanhava a Filarmônica de Minas Gerais desde sua fundação. A Academia Filarmônica vem suprir uma deficiência de alcance nacional que a Orquestra identificou logo nos seus primeiros anos, em 2008 e 2009: a lacuna existente entre o preparo técnico individual dos músicos e a qualificação necessária para integrarem uma orquestra profissional da qualidade da Filarmônica.

Inserida na plataforma educacional da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Academia visa o aprimoramento técnico-musical de jovens com elevado potencial artístico, residentes em Minas Gerais, por meio do ensino de excelência. O objetivo é criar um curso de referência para formação de músicos qualificados no estado e formar profissionais com mais oportunidades de ingresso no mercado de trabalho das orquestras do país.

 

Fabio Mechetti

Diretor Artístico e Regente Titular

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Anunciamos os nomes dos/das candidatos/as selecionados/as para participação na Academia Filarmônica.

 

Os/As selecionados/as receberão um e-mail com informações acerca dos próximos passos.

Objetivos da formação

Possibilitar o aperfeiçoamento técnico-artístico de jovens músicos, com vistas à realização de práticas de desempenho profissional de alto nível.

Aprimorar a capacidade de ler partituras, assim como de tomar decisões interpretativas e técnicas a partir da compreensão das estruturas musicais em discursos composicionais diversos.

Desenvolver o ouvido harmônico, para adquirir a capacidade de se situar no contexto de uma obra orquestral.

Conteúdo programático

Aulas individuais e coletivas: formação com foco no domínio técnico do instrumento. Realização de aulas semanais com profissionais da Filarmônica de Minas Gerais, em dois formatos: aulas individuais e masterclasses.

Análise musical: treinar a análise de obras, fornecer visão sobre processos composicionais e municiar o estudante com ferramentas que o capacitem a formular suas próprias interpretações musicais.

História da música: analisar, por meio da apreciação auditiva e visual, usos e funções da música, relacionando as práticas musicais às diferentes dimensões da vida cultural, histórica, estética e ética.

Percepção musical: treinar a percepção sobre os elementos constitutivos da música, visando o desenvolvimento da leitura rítmico-melódica, da identificação e compreensão de diferentes formas de registro musical e a execução de estruturas rítmicas complexas.

Seminários: cursos de conteúdo complementar, como Tópicos de História da Música, Estética e estilística comparada. Serão convocados professores especialistas, com reconhecida experiência profissional.

Música de câmara: tocar em uma orquestra é fazer música de câmara em larga escala. Abordagem da interpretação musical em diversas formações, sob variadas óticas, tais como sincronismo, equilíbrio e dinâmica, e ampliação do conhecimento sobre a literatura camerística.

Patrocínio master